Fim de Semana no Ar


Ciranda um dos elementos fundamentais de nossas apresentações

Quando interagimos diratamente com o público



Escrito por Vozes da Comunidade às 16h54
[   ] [ envie esta mensagem ]




Apresentação do Grupo  Maracatu Rainhada Paz - no Cic Sul -Jardim São Luiz



Escrito por Vozes da Comunidade às 16h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




Esse foi o Palhaço que animou as crianças da Favela Fim de Semana, junto com sua equipe ele pintou o rosto das crianças, distribuiu bexigas e doces, além do teatro de fantoches que apresentaram...

Muito obrigado a comunidade agradesce.

 



Escrito por Vozes da Comunidade às 16h39
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Vozes da Comunidade às 17h04
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Vozes da Comunidade às 16h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




ATRAVESSANDO A CIDADE

Se sairmos da Favela e virarmos à esquerda na avenida, poderemos ver lá ao longe, atrás de várias outras ondulações menores, o Pico do Jaraguá. Nos dias mais límpidos é possível contemplá-lo claramente e nas tardes avermelhadas pelo poente ele ganha ares poéticos. Podemos atravessar uma vida apenas olhando para aquele ponto distante da cidade, mas ontem ele ganhou um outro significado para nós.

Na manhã ensolarada de sábado enchemos a nossa querida Kombi e partimos – sob o olhar apreensivo das mães, como se as crianças estivessem partindo para uma longa viagem – em direção ao outro lado da cidade, para a primeira apresentação de dança do nosso grupo, formado por seis jovens e quinze crianças. Ruas, avenidas, a rodovia, sobe morro, sobe mais morro e chegamos lá no alto, no CEU Vila Atlântica, do ladinho do Pico. Se subíssemos mais um pouco talvez conseguíssemos ver a nossa Favela.

Cortemos os detalhes. Às 16 horas as luzes do teatro se apagaram, o público, formado por crianças freqüentadoras do CEU e atores amadores de uma outra associação, fez silêncio e ouvimos a voz do David, arte educador do nosso grupo, anunciando o grupo, de onde vinham e o que iriam apresentar – uma peça curta de teatro que poderíamos chamar de um musical, já que é recheada de música e passos de dança.

As cortinas se abriram e passamos ali quase uma hora encantados com nossas crianças, criancinhas e jovens maquiados, fantasiados, dançando, cantando e contando a história do ‘empório da imaginação’, embalados pelas músicas e letras infantis de Chico Buarque e seus saltimbancos trapalhões. As roupinhas, as maquiagens, as máscaras, os passinhos ensaiadinhos, o esforço enorme dos jovens para tornar real o sonho de ‘ser ator’, tudo isto é lindo e emocionante em si, mas muito mais para mim e para a Izilda, nossa parceira de sonhos, sentada ao meu lado, pois só ela e nós da Rainha da Paz sabemos quantas cidades tivemos que atravessar para chegarmos a este momento tão bonito e concreto; que desafio enorme foi acreditar em novas possibilidades culturais para a Favela e o quanto estava sendo gratificante colhermos aquele fruto tão puro.

No final o David agradeceu-nos pela força e incentivo, mas não, nós é que temos que agradecer a ele por ter acreditado no nosso sonho, nos emprestado o seu talento e ter concretizado algo que rondava, há muito tempo, ‘o empório de nossa imaginação’.

Ao entrarmos na rodovia, já de volta pra casa, quase noite, vi pelo retrovisor do carro, como se nos acenasse, ele, o nosso Pico. Que bom é poder, em vida, decifrar um sinal da natureza, o de que aquilo que vemos lá ao longe repentinamente se nos aproxima, nos emociona e nos enche de alegria!

 



Escrito por Vozes da Comunidade às 16h49
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Vozes da Comunidade às 16h47
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Vozes da Comunidade às 16h41
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Vozes da Comunidade às 08h47
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Vozes da Comunidade às 08h46
[   ] [ envie esta mensagem ]




IV RÁDIO BARRACÃO

Foi muito especial a quarta edição de nossa Rádio Barracão, por vários motivos: por ter sido o primeiro que aconteceu dentro da Associação Rainha da Paz, o que vem ao encontro de um antigo sonho nosso, o de aproximar os anseios da comunidade à missão da entidade e vice-versa; por ter como tema um assunto que expressa muito de nossa luta e desafios, a divulgação e luta pela prática do Estatuto da Criança e do Adolescente; e, por último, por termos pela primeira vez um parceiro para a realização do programa e, diga-se de passagem, um parceiro mais que especial.

Foi muito emocionante e lindo ver os jovens da Escola Airton Arantes, vizinha de nossa Associação – integrantes de um projeto musical – participando como locutores e DJs, falando sobre a importância do ECA e da eleição para o Conselho Tutelar, pois uma coisa é nós, adultos, falarmos sobre a importância deste assunto e outra coisa é ouvir aquela voz que carrega e expressa, em si mesma, uma mensagem juvenil, verdinha em folha e de uma leveza que qualquer esforço nosso não conseguiria produzir. Ver aqueles jovens atuando foi como colher o próprio fruto do nosso trabalho.



Escrito por Vozes da Comunidade às 08h45
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Vozes da Comunidade às 08h40
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Vozes da Comunidade às 08h39
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Vozes da Comunidade às 08h38
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Vozes da Comunidade às 08h35
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005
  01/01/2005 a 31/01/2005
  01/12/2004 a 31/12/2004
  01/11/2004 a 30/11/2004
  01/09/2004 a 30/09/2004


Votação
  Dê uma nota para meu blog